domingo, 18 de agosto de 2013

Meus dons e Talentos pra servir a Deus

Sempre nos questionamos a respeito daquilo o que realmente queremos, sentimos e do que de fato contribuímos a sociedade, seja para o seu crescimento ou para o seu término. Porém, é notável que o ser humano tem o desejo de descoberta de novos talentos, qualidades estas que estão presentes na vida dos brasileiros, seja por programas que investem na descoberta de diversos dons ou da maneira mais importante, quando o nosso Deus, nos presenteia com ‘a’ linda característica, a qual nos coloca dentro de um mundo e nos torna instrumento do amor do Pai.

Então, depois de tudo isto já escrito, é por isso, que eu pergunto a você: Qual é seu talento? O seu dom? Ele pode ser: cantar, dançar, fotografar, tocar, pregar, animar?

É preciso que saibas de um detalhe: cada pessoa tem talentos, diga-se de passagem, únicos, que foram dados para o próprio Deus, independentemente de qual seja, é uma dádiva que devemos agradecer e usá-los para proclamar o amor do Pai. Conforme nos diz Tiago, no capítulo 1, versículo 17,“Toda a boa dádiva e todo dom perfeito vem alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.”

Agora faço-te outro questionamento, como você tem usado os teus talentos? E eles tem correspondido aos dons que Deus deu-te? Ou os abafa, não os aceitando e não percebendo que esses foram dados-te pelo próprio Criador.

Uma coisa é certa, todos temos dons, uns mais que os outros, é um fato!  Não tenhamos medo em proclamá-los, e desejem que o Espírito Santo venha nos revelar e nos capacitar cada vez mais para que possamos usá-los para levar o nome e o amor de Deus para as pessoas.




Vem Espírito de amor, me mostrar os dons que o próprio Deus me deu, e que todo medo de usá-los como forma de Louvor e Adoração à Trindade.

Shalom
Yonara Félix - Menina de Deus

Revisado por Emaísa Lima 

2 comentários:

marigama disse...

Adorei. Só uma coisa que eu queria acrescentar: os dons fazem parte da nossa identidade. O que somos, o que fazemos. Quando vivemos este dom somos o próprio dom. Ex: Eu me chamo Marinalva e sou bailarina. Quando danço não sabem o meu nome, mas sabem quem eu sou: o ballet. XD
Sou muito grata pelos dons porque através deles nós somos felizes, necessários, e temos um modo perfeito e peculiar de expressar-se...

Yonara Félix disse...

Obrigada pelo inteligente comentário Marigama.